quinta-feira, 15 de abril de 2010

UM DOS ÚLTIMOS ROMÂNTICOS


Sou um dos últimos românticos,
Sou daqueles que dão café na cama,
Sou um homem que sempre ama.

Sou daqueles que mandam flores,
Daqueles que fazem serenata em noite de luar
Só pra ver o sorriso na face da mulher amada.

Nos tempos modernos,
Sou considerado obsoleto,
Mas não me importo,
Continuarei sendo o romântico.

Eu sou feliz em abrir a porta do carro,
Adoro bajular e dar colo,
Amo fazer poesias e melodias,
O meu prazer é viver exclusivamente ao lado de uma companhia.

Levanto e deito uma mulher com um beijo,
Sou sensível aos seus sofrimentos,
Todos os dias me declaro sem medo.

Se o céu estivesse ao meu alcance,
Eu o buscava para a minha amada;
Se Deus me desse poderes,
Eu daria mais amor aos corações machistas
Para eles aprenderem a lidar com as mulheres.

2 comentários:

CINTIA DE OLIVEIRA CLAUDINO disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Alexandre disse...

(Rrssrsrsrs) Têm poucos no mercado, mas com certeza ainda existe.

Grande beijo!

COLABORE COM O MEU TRABALHO CLICANDO NAS PROPAGANDAS E APROVEITE AS NOVAS OFERTAS DOS PATROCINADORES. OS SEGUIDORES DO MEU BLOG TÊM DESCONTOS EXCLUSIVOS COM OS PARCEIROS DO BLOG. PARA OBTER O DESCONTO É NECESSÁRIO ME ENVIAR UM E-MAIL (PÁGINA CONTATOS) PARA RECEBER CONFIRMAÇÃO.